Jonathan Rhys Meyers

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

 

Corpo cerveja.jpg Cquote1.png TOMA CACHAÇA, CARAI!! Cquote2.png

Este artigo tem cheiro de porre! O autor está caído na calçada, gorfando álcool puro. Melhore este artigo e ganhará uma dose de pitú, mas se vandalizar, será obrigado a tomar uma garrafa de pinherense!


Jonathan Rhys Meyers
Rhysmeyershottie.jpg
Se Você não conhece, pergunta pra Sua namorada quem ele é.
Nascimento 27 de Julho de 1977
Dublin, Irlanda
Ocupação Ator, Modelo, Bêbado, Cafetão e Fodelhão
Altura 1,78 cm.
Olhos Azul
Cabelo Castanho

Cquote1.png Ou te fodo ou te mato. Cquote2.png
Jonathan Rhys Meyers sobre Sexo
Cquote1.png O Jonathan é um cara tão legal e tão engraçado, adorei trabalhar com ele. Cquote2.png
Scarlett Johansson sobre Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png Adoro as tuas mamas, Scarlett. Cquote2.png
Jonathan Rhys Meyers sobre citação acima
Cquote1.png Ah? O quê!? Vamos beber!!! Cquote2.png
Celtas sobre Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png Eu nunca fui assim! Cquote2.png
Henrique VIII sobre Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png Quero que ele me foda, nossa que gostosão!!! Cquote2.png
Sua namorada sobre Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png Nós, os irlandeses, gostamos é de uma boa foda! Viva a Irlanda! Cquote2.png
Colin Farrel sobre Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png PORRA! Seu bêbado imundo!! Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png Jonathan, meu miguxo, Você de novo pelo bar? Vamos beber outra rodada! Cquote2.png
Amy Winehouse sobre Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png Admita, Jonathanzinho, Você é gay e adorou me comer. Cquote2.png
Ewan McGregor sobre Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png Me baseiei nele para criar o Edward! Cquote2.png
Stephenie Meyer sobre Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png É... Que gracinha! Fo ele quem escreveu o Crepúsculo? Cquote2.png
Carla Perez sobre Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png Nossa... é isso, eu sempre quis visitar a Irlanda! Cquote2.png
Daniel Radcliffe se babando para uma fotografia de Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png Ele me bebe todos os dias. Cquote2.png
Vodka sobre Jonathan Rhys Meyers
Cquote1.png Meu próximo álbum.. será com ele, sim. Tirando a heroína, eu e ele estamos na mesma onda. Cquote2.png
Pete Doherty sobre Jonathan Rhys Meyers


Jonathan Rhys Meyers é um ator e modelo irlandês, made in Irlanda (O RLY?), que gosta de ir bêbabo pros Aeroportos, foder Mulher e Homem, que também tem poderes de vidente e ainda é cafetão de Scarlett Johansson. É mais conhecido por interpretar o também fodelhão, Henrique VIII, no seriado The Tudors.

Infância[editar]

Jonathan quando era Vampiro, durante a sua adolescência.

Nascido em Dublin, Jonathan nasceu com problemas de coração e esteve hospitalizado durante meses após o seu nascimento. Para curar seus problemas cardíacos, o médico receitou a sagrada receita irlandesa, herdada dos Celtas: álcool. Nada que uma caneca de Cerveja Preta irlandesa Guinness não resolvesse, a juntar a um licor Bailey's Irish Cream, outro copo de Whiskey e uma Sidra para terminar. Logo na sua infância, Jonathan ganhou seus tiques de bêbado e nunca mais deixou a bebida.

Juntamente com seus irmãos, todos cresceram no espírito irlandês, do foclore, dos duendes, do Dia de São Patrício, da bebida em excesso, na torcida do Celtic, tudo estava feliz em família, até que quando Jonathan completou 3 anos de idade, seus pais se separaram. Este número é muito ruim na Irlanda, que é um país cheio de superstição, e acharam que a família Meyers era amaldiçoada.

Jonathan fumando um baseado na escola.

Consultaram uma sacerdotisa, ainda com herenças celtas e ela falou: que anos mais tarde iria surgir uma Estefânia maldita que iria escrever acerca de vampiros homossexuais que correm descalços pelo matagal e brilham como purpurina ao sol. Jonathan ficou aterrorizado com essa visão e continuou a beber. Mas as tendências vampirescas não iriam terminar por aí, um cara, também irlandês, chamado de Bram Stoker resolveu escrever um livro acerca de um estranho conde que vivia na Roménia, chamado Conde Drácula, e resolveu meter Jonathan no livro, mas mudou o apelido do garoto para "Harker". Com tanto trauma, Rhys Meyers acabou por ganhar o tique por se converter numa espécie de pseudo-vampiro, de pele branca e longos cabelos negros.

Aquando adolescente, Jonathan era álcoolico e brigava com os coleguinhas na escola, acabando sempre esmurrando alguém e fodendo com as garotas todas, sendo expulso de várias escolas. Seus irmãos eram músicos, ao bom estilo irlandês, enquanto Jonathan era o badboy, que assaltava lojas e fodia mulher. Sua família era pobre, nem quase tinha dinheiro pra comer, quanto mais para pagar pela educação dos garotos. Então, Jonathan foi trabalhar para a Industria Leiteira, mas ficava fodendo a mulher do patrão, em vez de trabalhar.

Foi então, que um diretor o descobriu e achou que ele tinha talento para pornô representação e ofereceu-lhe um papel num anúncio televisivo à sopa, e em 1994, participa no seu primeiro filme, um filme Gay chamado A Man of No Importance, onde Oscar Wilde tem o papel principal.

Carreira[editar]

Jonathan tendo xiliques gays.
Cquote1.png Mas eu posso foder Você outra vez ou não, Scarlett? Cquote2.png

Depois de brincar de gay, Jonathan recebeu seu segundo papel, em 1996, no filme O Desaparecimento de Finbar, onde interpretava um jogador de futebol, numa história muito brega passada na Lapónia, uma provincía da Finlândia. Quando completou 18 anos, em 1996, Jonathan pode atuar de sua forma característica, para comer a protagonista de um filme espanhol chamado A Língua Assassina, que o título pornográfico nada leva a crer que é um filme de terror, mas tem putaria, onde Jonathan interpretava um garoto chamado Rudolph que é submisso da protagonista.

Faz mais alguns filmes brega e sem sucesso, até que em 1998, regressa para os personagens gays, onde come Ewan McGregor e Christian Bale, num musical bichona com nome bichona, Velvet Goldmine, um musical acerca de Glam Rock, que todos sabem que apesar de ser Rock é bichona pra caralho. Ao brincar (Ou não) de gay de novo, recebeu grande aclamação pelo seu desempenho e foi até premiado em Cannes.

Jonathan e suas atuações características.

Nos anos seguintes, iria comer Keira Knightley, Clive Owen e Colin Farrel em Alexander, perdendo a oportunidade de comer Angelina Jolie (já agora, né?). Para depois em 2005, interpretar Elvis Presley na biografia que a BBC fez acerca do cantor norte-americano, onde come mais umas quantas pseudo-atrizes desconhecidas. Pelo seu papel, ganhou um Emmy, um Globo de Ouro e outro prêmio qualquer.

No mesmo ano, come Scarlett Johansson forte e feio em Match Point de Woody Allen, onde interpreta um jogador de ténis de mesa, que fode a mulher (Scarlet) de Seu melhor amigo, chifrando nele a todo o custo e ainda se vangloriando disso. É novamente muito aclamada sua performance e Sua namorada ficou derretendo por este bêbado irlandês.

Em 2009 aparece ao lado de John Travolta, em Dupla Implacável, para mandar alguns tiros e matar uns quantos mafiosos, enquanto ao mesmo tempo estava na clínica de reabilitação, bebendo vodka de pepino para curar seus males irlandeses.

Mas de 2007 até 2010, Jonathan iria andar entretido a comer umas quantas atrizes, enquanto interpretava Henrique VIII, o grande Rei britânico, fodelhão, mesmo daqueles fodelhões old-school, que come mil vezes, farta e manda matar.

Filmografia[editar]

Rhys Meyers tendo visões.

Os papéis cinematográficos de Jonathan Rhys Meyers se resumem a: quando não está a foder mulher, estava a foder homem, quando não está nem a foder mulher nem homem, é porque está a matar alguém. Ou pode estar fazendo tudo ao mesmo tempo. Ou não.

Papéis notáveis:

  • 1998 - Velvet Goldmine - No papel de Brian Slade, uma espécie de Brian Molko, já que o nível de homossexualidade de ambas as personagens é equivalente, come Ewan McGregor ao som de David Bowie.
  • 2002 - Driblando o Destino - No papel de Joe, o treinador armado em David Beckham, come Keira Knightley nos balneários.
  • 2004 - Alexander - No papel de Cassandro da Macedónia, que como todos os gregos daquela altura eram gays, manda flirt para cima do seu compatriotra, Colin Farrel (que acaba sendo comido por Jared Leto), mas andava desejoso de comer Angelina Jolie.
  • 2005 - Match Point - Come Scarlett Johansson durante o filme todo, aquilo nem tem história.
  • 2005 - Elvis - Seriado televisivo de dois episódios, onde interpreta Elvis Presley.
  • 2006 - Missão Impossível 3 - No papel de Declan, manda uns tiros em Tom Cruise e ainda come Maggie Q.
  • 2009 - Dupla Implacável - Um comedor de francesas que quer ser espião, manda tiros ao lado de John Travolta.
  • 2007 até 2010 - The Tudors - Interpreta o protagonista, o fodelhão Henrique VIII.

Ver Também[editar]