Mosteiro da Batalha

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Mosteiro da Batalha, também conhecido pelos gajos como Mosteiro de Santa Maria da Vitória, é uma construção localizada na cidade portuguesa de Guerra Conflito Batalha. Por ser uma construção velha, empoeirada, caindo aos pedaços e ter se tornado o lar, doce lar dos mais variados tipos de vermes e animais peçonhentos, o Mosteiro da Batalha conseguiu se tornar um patrimônio mundial, e está protegido pela UNESCO.

História[editar]

Mosteiro da Batalha, a construção feita em homenagem à sapiência dos portugueses. Na imagem acima, a representação da escada que dá acesso à parte superior do Mosteiro da Batalha.

Tudo começou quando D. João I, que era um exemplo de sapiência entre os lusitanos, conseguiu vencer uma partida de WAR contra os castelhanos. Para comemorar esta belíssima vitória, que era a prova definitiva que os portugueses tem pelo menos algum vestígio de cérebro dentro da cabeça, D. João resolveu homenagear todos os cidadãos portugueses, ordenando que todos eles trabalhassem dia e noite para erguer um castelo que entraria para a história mundial. Obviamente, todos os cidadãos portugueses adoraram ser homenageados dessa forma, e trabalharam com uma grande vontade, erguendo o castelo em uma velocidade surpreendente, que deixaria até mesmo as tartarugas perplexas. A velocidade da construção foi tão grande que os portugueses demoraram apenas 200 anos para terminar. A técnica utlizada foi tão impressionante que até os dias de hoje os engenheiros e pedreiros brasileiros se utilizam dessas técnicas.

Após terminada a construção do Mosteiro da Batalha, o mais novo monumento se tornou um dos maiores orgulhos de Portugal. Os portugueses se orgulham tanto do Mosteiro da Batalha, que nem se lembram direito que ele existe, sendo que a construção apenas é visitada pelos turistas perdidos no país e pelos historiadores fanáticos, que não tem nada melhor para fazer da vida.

Patrimônio[editar]

Como o pessoal da UNESCO adora eleger como patrimônio mundial lugares abandonados e que ninguém liga a mínima, o Mosteiro da Batalha não poderia ficar de fora. Na prática, essa proteção da UNESCO não serve para porra nenhuma, porém, possui um efeito psicológico em todos os pichadores vândalos, que pensam duas vezes antes de transformar as paredes da construção em uma verdadeira obra-de-arte dadaística.