Região Vinhateira do Alto Douro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Região Vinhateira do Alto Douro é um monte de plantações de framboesa ao norte do Riacho Douro e compreende 14 municípios portugayses (um mais insignificante que outro) e produz vinho há mais de 2000 anos, auxiliando a humanidade na arte de ficar de porre.

Geografia[editar]

Um típico vinicultor do Alto Douro no auge de seus 35 anos esbanjando toda sua jovialidade garantida pelos milagrosos vinhos do Porto.

Demarcada pela Companhia Geral da Agricultura dos Tamarindeiros que Parecem Limoeiros mas tem Cheiro de Groselheiras do Alto Douro, um poderoso cartel de vinhos do oeste europeu, a Região Vinhateira do Alto Douro é motivo de orgulho para Portugal. Sua criação se deu na intenção de evitar as crescentes falsificações de Vinho do Porto, pois cópias descaradas como o Guaraná Dolly estavam ficando melhores que o original.

Marques de Pombal, um famoso boêmio, tipo o Lula versão gajo marquês, oficializou o Alto Douro como zona cultural e nunca poderia em hipóteses alguma ser transformada em vastos estacionamentos. Por essa importância, a região dos vinhos do Alto Douro foi considerada um patrimônio mundial pela UNESCO.

Os vinhos do Alto Douro[editar]

O Famoso e Totalmente Excelente Vinho do Porto, a Bebida mais Espetacular do Planeta, se o planeta se resumisse à área da cidade do Porto, algo similar ao Licor de Jaboticaba de Ouro Preto, é o famosíssimo e apreciado vinho produzido nesse cartel do Alto Douro, cujas variantes do Vinho do Porto são:

  • Vinagre - Versão envelhecida por 2 anos junto com óleo de azeitona e tripas de bacalhau (o bacalhau deve ser conservado em sal pelos 2 anos antes de ser servido obrigatoriamente junto com este vinho).
  • Vinho Lágrima - Perfeito para acompanhar os belos omeletes com queijo produzidos na França.
  • Vinho Ruby - Misturado com Coca Cola, é um dos mais pesados e perigosos vinhos do Porto.
  • Vinho Tawny - Um vinho rosa apreciado pelas mulheres, é bom para beber de canudinho.
  • Vinho Crusted - O vinho mais estragado, podre, azedo, cheio de estafilococos, e por algum motivo é o mais caro.